fbpx

Apreciação Crítica da obra de Jean Geoffroy (1853-1924) La goutte de lait (A gota de leite) (1903)

Descrição Técnica (Fonte: Museu de Belas-Artes da Vila de Paris – Petit Palais)

Jean Geoffroy (1853-1924)

La Goutte de Lait – 1903

Óleo sobre Tela

 

Colaborador de Louis Pasteur, o doutor Gaston Variot, pioneiro da puericultura, está representado nesse painel central no momento de uma consulta. Ele fundou em 1892, o dispensário de Belleville para proteger as crianças através da educação das mães. O dr. Variot, que gostava de conviver com artistas, encontrou em Geoffroy um amigo e um pintor. Esse quadro foi exposto no salão da Sociedade dos Artistas Franceses, em 1903. O tríptico foi adquirido pela Ville de Paris para o Petit Palais.

Jean Geoffroy (pseudônimo “Geo”) nasceu, em 1853, em Marennes, e morreu, em 1924, em Paris. Foi pintor e ilustrador. Ele pintou os encantos da infância, retratou cenas pitorescas e soube traduzir fielmente o charme ingênuo dos escolares.  Dentre suas obras, citamos duas que são ligadas ao tema da medicina, como: O Dia da Visita ao Hospital e Os Convalescentes. Geo, como ficou conhecido, expôs e foi premiado, em 1874, no Salão de Paris e, em 1883, no Salão dos Artistas Franceses. Na Exposição Universal de 1900, ele foi agraciado com medalha de ouro.

Esse quadro, um tríptico de grandes dimensões, está dividido, em uma leitura da esquerda para direita: na pesagem, na consulta e na distribuição do leite, retratando o atendimento no dispensário de Belleville, La Goutte de Lait (A Gota de Leite). A filosofia da instituição era oferecer consultas aos bebês, estimular o aleitamento materno, distribuir leite esterilizado para as mães que não podiam amamentar e educá-las nos cuidados de higiene com os bebês.

Geoffroy deu a esta composição a forma de um tríptico para expressar o carácter sagrado da ação empreendida para a salvação das crianças, através da nova medicina pediátrica. Na tela observamos uma decoração sóbria. O ambiente é escuro mas há um forte contraste com uma luz que incide sobre a carne rechonchuda das crianças, a brancura dos enxovais e as expressões sorridentes das mães. O dr. Variot, retratado na tela central do tríptico, consultando,  chama a atenção, pois em sua direção se organiza o agrupamento das personagens. O papel do médico na composição expressa a importancia do mesmo na arte da prevenção, quando muitas vezes é derrotado na arte de curar.

Essa tela foi patrocinada pelo dr. Gaston Variot (1855-1930), considerado o Pioneiro da Puericultura, após perceber o poder das imagens na difusão de suas ideias. Variot cercou-se de artistas e fez do pintor Geoffroy seu ilustrador oficial. A partir de 1905, a imagem de “La Goutte de Lait” difundiu-se por meio de gravuras, que contribuiram para a  diminuição da alta  mortalidade infantil do começo do século XX.

 

Fortaleza, 13 de agosto de 2020

Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg

 

dra. ana

 

 

Coluna Medicina, Cultura e Arte
Autora e Coordenadora: Dra. Ana Margarida Arruda Rosemberg, médica, historiadora, imortal da Academia Cearense de Medicina e conselheira do Jornal do Médico.

 

 

 

Assine a NewsLetter, receba conteúdos relevantes e a revista digital do Jornal do Médico com conteúdos exclusivos e assinados por especialistas. https://bit.ly/3araYaa

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend