fbpx

Síndrome de Burnout: Quando o trabalho adoece a mente

capa

A síndrome, também conhecida como a síndrome do esgotamento profissional, é um estado físico emocional e mental de exaustão extrema. Resultado de acúmulo excessivo em situações do trabalho que são emocionalmente exigentes, estressantes e que demandam de muita competitividade e responsabilidade.
Essa síndrome é comum principalmente em profissionais que atuam sob pressão, como médicos, enfermeiros, policiais, professores, jornalistas e entre outros.

A síndrome de Burnout apresenta os seguintes sinais e sintomas
 

  • Nervosismo, sofrimento psicológico, negatividade e isolamento.
  • Cansaço excessivo, sentimento de fracasso, insônia.
  • Problemas Gastrointestinais
  • Pressão alta
  • Dores musculares

O Estresse e a falta de vontade de sair de casa ou da cama quando frequentes podem indicar o início da doença.
O tratamento é basicamente psicoterapia, mais pode envolver medicamentos. Atividade física regular, e os exercícios de relaxamento devem ser rotineiros, para aliviar o estresse e controlar os sintomas da doença. A melhor forma de prevenção da síndrome são estratégias que diminuam o estresse e a pressão no trabalho,tais como:

  • conhecer os seus limites e repensar nos seus hábitos para uma melhor qualidade de vida.
  • Tenha uma rotina de sono. Deixe seu quarto escuro e silencioso
  • Faça passeios com amigos e/ou familiares, saia ao ar livre, tenha um tempo só pra você
  • Cultive o bom humor e valorize as relações humanas.

Em caso de aparecimento de algum desses sintomas. Procure o atendimento médico mais próximo.

Acompanhe mais conteúdo sobre Medicina, Direito & Saúde em nossos canais digitais Facebook & InstagramBlog e App.

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend