fbpx

Dra. Celina Côrte Pinheiro * 24/07/1949 + 03/08/2016

Celina Côrte Pinheiro nasceu em Ribeirão Preto (SP), em 24/7/1949, e faleceu em Fortaleza (CE), em 3/8/2016.

Graduou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, na qual fez Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia, seguida de estágio em Ortopedia Pediátrica na Santa Casa de São Paulo (1976). Mudou-se para o Ceará em 1976, onde exerceu suas atividades profissionais na Clínica de Acidentes, sendo idealizadora e preceptora de vários programas de Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia no Ceará.

Na Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará, como supervisora da rede hospitalar estadual, foi responsável pelos processos seletivos para ingresso de novos residentes. Foi também assessora do secretário estadual da Saúde, para assuntos da Residência Médica. Foi sócia e diretora da Clínica Ortopédica e Traumatológica. Era associada a diversas entidades da especialidade de Ortopedia e Traumatologia.

Dedicou-se à literatura desde 1980. Foi colaboradora do Fort News, e articulista eventual de jornais locais, sobre temas relativos ao trânsito, saneamento, observações do cotidiano etc.

Era membro do conselho editorial do Jornal da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional do Ceará e do Jornal do Médico® em Revista (durante 12 anos), com produção de textos literários diversificados e outros relacionados ao trânsito.

Eleita consecutivamente pelos jornalistas, integrou o Conselho de Leitores do O POVO e, em 2016, tornou-se articulista fixa deste jornal.

Ingressou na Sociedade Brasileira de Médicos Escritores - Regional Ceará (Sobrames-CE) como membro titular em 1987 e participou de 20 antologias dessa associação. Ocupou vários cargos diretivos na Sobrames-CE, tendo assumido a presidência da entidade por duas gestões (2012-14 e 2014-16), conduzindo, com proficiência e competência, as suas atribuições.

Era membro titular da Academia Feminina de Letras do Ceará, da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará e da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, com presença literária em muitas antologias publicadas por tais entidades. Foi agraciada com diversos prêmios literários.

Detentora de múltiplos talentos artísticos, era musicista, desenhista e pintora, além de cultivar o bom uso da pena, fazendo incursões em distintos gêneros literários.

 Texto do Conselheiro do Jornal do Médico®, Acad. Dr. Marcelo Gurgel
WhatsApp chat
Send this to a friend