fbpx

Feliz Aniversário Dr. Heládio Feitosa!

O médico cirurgião Heládio Feitosa de Castro Filho completa mais um ano de vida. Confira sua honrosa história a seguir.

Natural de Fortaleza Ceará, nascido em 01 de maio de 1956, sendo o primeiro filho do casal Dr. Heládio Feitosa e Castro, médico cardiologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará e Dra. Maria Stella de Aguiar Feitosa e Castro, farmacêutica e servidora do Instituto de Previdência do Estado do Ceará.

Casado há mais de 30 anos com sua colega de Faculdade, a pediatra Maria Ceci do Vale Martins, tem quatro filhos, Ana Vládia Martins Feitosa, advogada e professora universitária, Heládio Feitosa e Castro Neto, médico cirurgião oncologista, Laura Martins Feitosa, pediatra e psiquiatra e Roberta Martins Feitosa, estudante de arquitetura.

Iniciou seus estudos primários em 1963, aos sete anos, porém já alfabetizado por sua mãe, que lhe dera, domesticamente, os primeiros ensinamentos de leitura, gramática e aritmética. O primeiro estabelecimento de ensino que frequentou foi o Instituto Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, escola particular de Fortaleza, onde cursou da alfabetização até ao terceiro ano primário, tendo sido aluno destacado e de excelente aproveitamento. Lá ficou até o final de 1966.

Em 1967 transferiu-se para o Colégio Cearense Sagrado Coração, uma instituição de ensino Marista, tendo sido aprovado para cursar o quinto ano primário ou admissão. Suas notas e desempenho no Instituto Nossa Senhora do Perpétuo Socorro lhe permitiram pular o quarto ano. No Cearense concluiu seus estudos, cursando o ginásio, entre 1968 e 1971, e o científico, de 1972 a 1974.

Sempre considerado bom aluno, também se interessou pela atuação representativa, tendo se ligado ao Grêmio Estudantil José de Alencar. Nos esportes, tinha predileção especial pelo futebol, que praticava com assiduidade, jogando como armador.

Prestou Concurso Vestibular para a Universidade Federal do Ceará no início de 1975 e logrou aprovação para a Faculdade de Medicina. Durante seu Curso Médico, de 1975 a 1980, buscou intensamente uma formação sólida e abrangente, razão pela qual, além das disciplinas obrigatórias, cursou várias disciplinas optativas, em período de férias, o que lhe valeu antecipar em seis meses a sua formatura em Medicina, colando grau em julho de 1980.

Nos anos de Faculdade sempre esteve envolvido com as atividades de pesquisa e ensino, atuando como Monitor e Bolsista de Pesquisa. Nestas atividades teve a segura orientação do Professor Titular Joaquim Eduardo de Alencar e, da parceria resultaram publicações científicas, mormente na área de moléstias infecciosas. Sua primeira participação em Congressos se deu em 1977, em Florianópolis, Santa Catarina, no Encontro Científico de Estudantes de Medicina – ECEM, tendo apresentado trabalho epidemiológico sobre Estudo da Acuidade Visual de Alunos de Escolas Públicas de Fortaleza.

As atividades representativas se mantiveram no seu foco, tendo sido membro do Diretório Acadêmico XII de Maio. Neste período teve a possibilidade de participar de discussões e movimentos em prol da melhoria da qualidade do ensino e das condições de assistência à saúde da população. Neste mister cabe citar um episódio insólito, que quase o levou à prisão, durante o ECEM de Florianópolis em 1977: após participação em reunião de lideranças estudantis ali presentes e que votaram por realização de passeata pelas ruas da cidade, em protesto contra as ações do Governo Revolucionário em relação à abertura de novas Faculdades de Medicina, teve informação de que todos os participantes daquela reunião seriam detidos pela Polícia Federal. Diante de tal risco, voltou na mesma noite, clandestinamente, para Fortaleza. Como não veio a sofrer nenhum tipo de repressão posterior, intuiu que a aludida iminência de prisão não passara de boato alarmista. No entanto, a pretensa passeata nunca ocorreu.

Concluído o Curso de Medicina, prestou novo concurso, desta feita para Residência Médica em Cirurgia Geral, sendo aprovado em segundo lugar no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Ceará. Fez sua formação cirúrgica durante o período de julho de 1980 a julho de 1982.

Sua liderança junto aos demais colegas Residentes granjeou-lhe a indicação para o cargo eletivo de Chefe dos Residentes de Cirurgia., função que exerceu até o término da Residência, em 1982.

Ainda durante a Residência foi contratado como médico do Instituto de Previdência do Estado do Ceará, a partir de agosto de 1980, função que exerceu até 1992, quando se demitiu.

Já quase findando sua Residência, em abril de 1982, foi admitido como plantonista do Instituto Dr. José Frota, na especialidade de Cirurgia Geral, atividade que exerce até os dias atuais.

Junto com a esposa, traçou um planejamento para realizarem estudos pós-graduados tão logo concluíssem suas respectivas Residências. De fato, pouco mais de um ano após conclusão dos seus cursos, ambos partiram para São Paulo, a fim de darem prosseguimento aos seus estudos pós-graduados.

Chegando a São Paulo no começo de 1984, Heládio deu início a Especialização em Cirurgia Biliar e Pancreática no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), junto ao Serviço do Professor Doutor Marcel Machado, ali permanecendo como Médico Colaborador até o final de 1986. Ainda naquele ano de 1984, aberto o processo seletivo para o Doutorado em Cirurgia na mesma instituição., concorreu e foi aprovado, conquistando uma vaga e dando início à sua Pós-Graduação sensu strictu, a partir de agosto. Informado pelo Professor Gama-Rodrigues, Coordenador do Doutorado, que o referido curso não era, à época, credenciado pelo Ministério da Educação, o que representaria ter que solicitar., junto à Universidade Federal do Ceará, revalidação do Título de Doutor que viesse a obter, concorreu a novo processo seletivo e logrou aprovação, desta feita na Escola Paulista de Medicina, junto ao Mestrado em Técnica Operatória e Cirurgia Experimental, coordenado pelo Professor Dr. Saul Goldenberg.

Durante o período do Mestrado exerceu atividades de orientação aos Residentes de Cirurgia da instituição, como parte do seu treinamento docente. Finalmente, em dezembro de 1986, obteve o Título de Mestre em Técnica Operatória e Cirurgia Experimental, aprovado em defesa pública com nota 10 (dez), acrescida da láurea “com louvor”

Regressa a Fortaleza no início de 1987 e reassume suas funções de Cirurgião no Instituto Dr. José Frota e no Instituto de Previdência do Estado do Ceará. No mesmo ano foi admitido como Professor Assistente da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) da Fundação Educacional Edson Queiroz, ministrando as Disciplinas de Anatomia Humana e Fisiologia Humana. Permanece no posto até o final de 1989, quando se desliga.

Sua formação acadêmica em resumo é a seguinte: Médico pela Universidade Federal do Ceará (l980); Cirurgião Geral pela mesma Universidade (1982); Mestre em Técnica Operatória e Cirurgia Experimental, pela Escola Paulista de Medicina-UNIFESP (1986). Já na sua vida profissional teve atuação como Cirurgião Geral; Cirurgião Geral do Instituto de Previdência do Estado do Ceará, a partir de agosto de 1980., função que exerceu até 1992, quando se demitiu; Cirurgião Geral do Instituto Dr. José Frota, a partir de 1982; Cirurgião Geral cooperado da Unimed de Fortaleza, a partir de 1987 até o presente.

Professor Assistente da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) da Fundação Educacional Edson Queiroz, ministrando as Disciplinas de Anatomia Humana e Fisiologia Humana, a partir de 1987 até o final de 1989, quando se desliga; Professor Assistente IV, concursado, de Clínica Cirúrgica da Faculdade de Medicina da Universidade de Federal do Ceará (UFC) a partir de 1991 até o presente. Cirurgião do Núcleo do Obeso do Ceará- desde 1997.

No Instituto Dr. José Frota foi Chefe de Equipe de Plantão – 1987 a 1992; Diretor-Médico-1992-1994. Na Faculdade de Medicina da UFC, foi coordenador da Disciplina de Urgências Médicas- 1999-2011; coordenador do Projeto Acadêmico “Liga do Trauma”- a partir de 2000 até o presente. No Hospital Universitário Walter Cantídio da UFC, foi Cirurgião Geral da Emergência do HUWC- 1988-1992; Chefe da Enfermaria A de Cirurgia Geral- 1999-2001; Chefe da Unidade de Serviços Cirúrgicos do HUWC- 2001-2003; Chefe da Cirurgia Geral do HUWC- 2003-2005; Responsável Técnico pelo Programa de Cirurgia Bariátrica e Metabólica- de 2001 até o presente.

Na Prefeitura Municipal de Fortaleza, foi Diretor Médico do Hospital Distrital Evandro Ayres de Moura- 2005-2006; Chefe da Central de Referência e Regulação das Internações de Fortaleza (CRRIFOR)- 2006-2010. No Hospital Regional da Unimed Fortaleza, foi Diretor Técnico- 2000-2001.

Quanto as suas atividades associativas, participou da Sociedade Cearense de Cirurgia, como Secretário-1988-1989; Presidente-1992-1993. Na Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica-Capítulo do Ceará, como Secretário-2003-2004; Vice-Presidente- 2005-2006 e Presidente- 2007-2008. Na Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (Nacional), foi Tesoureiro Geral- 2013-2014. No Colégio Brasileiro de Cirurgiões – Capítulo do Ceará, foi Vice Mestre-2004-2005; Mestre – 2006 -2009 (dois períodos). Já no Diretório Nacional, foi Vice-Presidente Setorial – 2010-2011; Coordenador Geral da Comissão Organizadora do XXDC Congresso Brasileiro de Cirurgia – 2011; Diretor de Defesa Profissional – 2012 – 2013; Presidente Nacional – 2014-2015; Presidente do XXXI Congresso Brasileiro de Cirurgia-2015; Membro Nato do Conselho Superior – desde 2015 (cargo vitalício) e presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (2014 – 2015).

No Conselho Regional de Medicina do Ceará., foi Coordenador da Câmara Técnica de Cirurgia Geral desde 2002 até o presente. No Conselho Federal de Medicina é membro da Câmara Técnica de Cirurgia Bariátrica e Metabólica – 2015 até 2019. Na Associação Médica Brasileira, é atualmente membro do Conselho Deliberativo – 2013 até 2016 e membro do Conselho Científico – 2013 até 2016.

Afora estas atividades, tem produção científica significativa, representada por publicações de artigos científicos, capítulos de livros de cirurgia, apresentação de trabalhos em Congressos Nacionais e Internacionais. Também é palestrante com participação intensa em Congressos da sua especialidade, proferindo conferências, atuando em mesas redondas e fóruns de discussão.

Recebeu também a Medalha Boticário Ferreira em 07 de Dezembro de 2015.

Fonte: CMFOR

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend