fbpx

Campanha “Quem Espera, Espera” incentiva parto espontâneo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda aos países que apenas 15% dos partos sejam realizados via cesárea, mas no Brasil, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), 57% dos partos são feitos por cesariana, e no Ceará, 58%. Os dados chamaram a atenção da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), que em parceria com o Unicef, promovem campanha de incentivo ao parto espontâneo. O lançamento da campanha acontecerá na próxima sexta-feira, 9 de junho de 2017, no Auditório Waldir Arcoverde.
A campanha “Quem Espera, Espera” tem por objetivo conscientizar gestantes, profissionais e serviços de saúde sobre a importância do trabalho de parto espontâneo para a saúde da mãe e do bebê. A criança que nasce por parto espontâneo tem menos chances de contrair doenças, pois com a cesariana, o bebê é retirado do útero sem estar preparado, e uma vez interrompidas as últimas semanas de gestação, que respondem por maior ganho de peso, maturidade cerebral e pulmonar ao bebê, isso tudo é prejudicado.
A cesariana é uma intervenção cirúrgica realizada para retirar o feto quando há algum fator que coloca em risco a saúde da mulher, do bebê ou de ambos. Segundo a pesquisa Nascer no Brasil, em 2012, 35% dos bebês analisados nasceram entre a 37ª e a 38ª semana de gestação, quando o normal é que o bebê nasça entre a 39ª e 41ª semanas. Cesarianas sem justificativas configuram abuso/violência obstétricos, sendo a maior parte delas realizada no sistema privado de saúde. O site da campanha pode ser acessado aqui
 
Lançamento da Campanha Quem Espera, Espera.
Quando: sexta-feira, 9 de junho
Onde: Auditório Waldir Arcoverde – Av. Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema.
 

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend