fbpx

Desmitificando o suicídio

Por não ser um conteúdo amplamente discutido, acabam se criando desinformações baseadas no senso comum sobre o suicídio. Todas elas sem nenhum fundo de verdade ou estudo cientifico que prove o seu ponto. Sendo a informação um forte aliado na prevenção ao suicídio, listamos aqui alguns mitos e explicamos o porquê dele não ser real.

Mito: Quem fala sobre a ideia de cometer suicídio só quer chamar atenção e nunca fará nada contra si mesmo.
Verdade: Ao contar suas intenções, uma pessoa pode estar buscando ajuda ou algum suporte. Por isso, toda e qualquer declaração suicidas deve ser levada á sério, já que é fato que quem sofre, seja por ansiedade, depressão ou outro fator, comunica previamente suas intenções de cometer suicídio.
Mito: Falar sobre suicídio induz a pessoa á cometer o ato.
Verdade: Conversar a respeito do tema, de uma maneira acolhedora e atenciosa, ajuda a conter angústia e a ansiedade que o suicida sente, portanto, ignorar nunca é o certo a se fazer nestes casos.
Mito: Indivíduos suicidas tem o desejo de morrer.
Verdade: Suicidas tem um pensamento ambivalente, o de desejar morrer e o de continuar a viver. O ponto comum dos dois é a resolução de suas angústias. O que se recomenda é o auxilio de um profissional e suporte emocional a todo momento para que o desejo de continuar a viver se sobressaia.
Mito: Somente pessoas com distúrbios mentais se suicidam.
Verdade: Pessoas com distúrbios mentais estão no grupo de risco. Mas não é preciso ter algum tipo de problema mental para ser cometer o suicídio. O ato está associado á um momento extremo de sofrimento, algo que pode ser vivido por qualquer tipo de pessoa, independente de seu nível social, familiar e idade.
Mito: Uma pessoa que sobreviveu á uma tentativa de suicídio está fora do grupo de risco.
Verdade: A tentativa mal sucedida é um dos fatores que aumenta o risco do suicídio. O momento após uma crise é o momento mais crítico para a realização do suicídio, durante o internamento ou após a alta.

 
Pessoas com pensamentos suicidas deve ser sempre levada a sério. Quem tem este tipo de tendência deve ter o suporte de profissionais e apoio emocional de parentes e pessoas próximas.
 
Acompanhe mais conteúdo sobre Medicina, Direito & Saúde em nossos canais digitais Facebook & InstagramBlog e App.

 

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend