fbpx

OMS emite alerta para novos casos de DST no mundo na era dos aplicativos de namoro

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um relatório que mostra que a cada dia são registrados cerca de 1 milhão de casos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) curáveis mas de difícil diagnóstico por não apresentarem sintomas iniciais como sífilis, clamídia, gonorreia e tricomoníase.
De acordo com os dados da OMS, em 2016 foram diagnosticados 376 milhões de novos casos destas doenças, que é praticamente o mesmo número de 2012, o que demonstra uma preocupante falta de declínio e estagnação dos casos, mantendo as DSTs como um fardo global.
Em nota, o diretor-geral de Preparação e Resposta a Emergências da OMS, Peter Salama disse: “Estamos vendo uma falta de progresso preocupante na luta para impedir a disseminação de infecções sexualmente transmissíveis em todo o mundo”.
Na era atual, as pessoas estão menos preocupadas em ter relações seguras, visto que o medo de contrair HIV foi perdido conforme os anos passaram e isto é extremamente perigoso visto que encontros sexuais são facilitados por aplicativos de namoro ao qual qualquer indivíduo com um smartphone tem acesso.
Por não apresentarem sintomas inicialmente, estas DSTs se espalham facilmente pois o indivíduo infectado não está ciente e segue sem usar métodos de prevenção. Embora curáveis, estas doenças podem trazer problemas a longo prazo se não tiverem tratamento, como doenças cardíacas, doenças neurológicas, infertilidade, abortos e aumentam o risco de contrair o HIV.
A OMS enfatizou a importância do uso do preservativo tanto masculino quanto feminino para evitar a transmissão de DSTs e a importância da educação sexual para a prevenção de novos casos.
Fonte: Portal do Holanda

Para mais mais conteúdo sobre Medicina, Direito & Saúde em nossos canais digitais pelo App, Facebook, Instagram e Blog.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend