fbpx

Resultados positivos no atendimento na emergência do HGF

Os indicadores finais do projeto Lean nas emergência apontam resultado positivo na emergência do HGF: otimização dos atendimentos, diminuição de extraleitos e do tempo médio de permanência na unidade.

O NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência) , o principal indicador utilizado pelo projeto,  registrou queda de 63%, de agosto a novembro de 2019. No mesmo período, o tempo entre a entrada do paciente no serviço de urgência e movimentação para a enfermaria diminuiu 57%, e quando não há internação, a porcentagem de redução é de 71%. Isso ainda com o aumento do número de atendimentos, de 1.117 em agosto para 1.447 em novembro.

Esses indicadores são resultados de algumas medidas adotadas na unidade, por exemplo:  o Plano de Capacidade Plena (PCP) que gerencia atividades envolvendo não só o planejamento como também a programação e o controle do que foi estabelecido; o daily huddle, uma reunião curta entre a equipe multidisciplinar, e a sala de alta, um espaço para o paciente que recebeu alta aguardar confortavelmente o transporte que o levará para casa.

Com informações Secretaria da Saúde do Ceará.

 

Para mais conteúdo sobre Medicina, Direito & Saúde em nossos canais digitais pelo AppFacebook, Instagram e Blog.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend