fbpx
Saiba porque a pandemia pode afetar o ciclo menstrual

Saiba porque a pandemia pode afetar o ciclo menstrual

Durante esse período tão complexo que o mundo inteiro tem enfrentado devido a COVID-19, a quarentena trouxe muita preocupação e principalmente mudanças na rotina de todos, e além disso, essas são umas das principais causas do estresse nas mulheres, resultando em alterações nada agradáveis no ciclo menstrual.

Não é nenhuma novidade que o estresse afeta diversas funções do corpo humano, principalmente para as mulheres, que acabam sofrendo com modificações no ciclo menstrual quando passam por situações de muita pressão. Momentos de ansiedade, tristeza ou de tensão afetam diretamente o ciclo porque alteram a produção hormonal, sendo assim, alteram também a ovulação e como consequência, a menstruação, fazendo com que o fluxo atrase, se antecipe, venha a ser mais ou menos intenso, e até mesmo pare. Por isso, em tempos de pandemia causada pelo novo coronavírus, é ainda mais comum que as mulheres precisem lidar com esses incômodos e problemas envolvendo a menstruação.

Porém, é possível manter o ciclo menstrual em ordem mesmo em meio a quarentena. Algumas atividades simples como a prática regular de exercícios físicos, meditação, banho de sol de pelo menos 20 minutos e uma boa alimentação podem fazer toda a diferença para a saúde da mulher, não apenas regulando o ciclo menstrual, mas trazendo benefícios como a sensação de bem estar e tranquilidade.

Diante desse período, além de adotar hábitos mais saudáveis para manter uma melhor qualidade de vida, também é possível retomar às consultas com seu ginecologista devido ao retorno gradativo das atividades comerciais em Fortaleza, entre elas os atendimentos médicos. Por isso, as clínicas e hospitais estão preparados para receberem seus pacientes por hora marcada, além de estarem tomando todas as medidas de proteção para evitar a contaminação e proliferação do coronavírus.

Converse com seu médico ginecologista e saiba como realizar as consultas presenciais de maneira segura durante esse momento. 

Fonte: Portal UOL

Confira mais conteúdo no programa do Jornal do Médico®️ Saúde em Pauta

Assine a Newsletter e receba conteúdos com credibilidade no seu e-mail.

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend