fbpx
Saiba quais as principais doenças malignas do sangue e gânglios ou ínguas

Saiba quais as principais doenças malignas do sangue e gânglios ou ínguas

Existem diversos tipos de doenças do sangue que podem ser benignas, malignas, crônicas ou agudas, mas de modo geral, as duas principais e mais conhecidas são os linfomas e leucemias. De acordo com o SUS, entre os anos de 2007 e 2016, a leucemia matou 62.385 pessoas e Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a taxa de mortalidade por linfoma não-Hodgkin cresceu 17% entre 2004 e 2013 (último dado disponível).

Os Linfomas são um tipo de câncer que geralmente tem início nos órgãos do Sistema Linfático, que inclui principalmente os gânglios linfáticos, baço e amigdalas. Além disso, há dois tipos de linfomas, a Doença de Hodgkin e os linfomas não-Hodgkin; os dois tipos da doença, por mais que sejam parecidos, são tratados de forma diferente.

Os gânglios linfáticos são órgãos pequenos em forma de feijão, encontrados sob a pele no pescoço, nas axilas e na virilha, além do tórax, abdome e pélvis. Dentro dos órgãos do Sistema linfático existem células que são chamadas de Linfócitos e são elas que ficam doentes quando uma pessoa tem linfoma, já que os linfócitos fazem parte do sistema de defesa do corpo humano. Essa doença é tratada com quimioterapia e dependendo do tipo de Linfoma, o paciente recebe uma combinação de 3 a 5 tipos de medicamentos.

Quanto a leucemia, ela é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de origem não conhecida na maioria das vezes, e sua principal característica é o acúmulo de células jovens (blásticas) anormais na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais. Os sintomas mais comuns da leucemia decorrem do acúmulo dessas células na medula óssea, causando anemia, infecções e hemorragias. Depois de instalada, a doença progride de maneira rápida e geralmente, a causa é desconhecida e o tratamento tem o objetivo de destruir as células leucêmicas, para que a medula óssea volte a produzir células normais.

Diante do período complexo causado pela pandemia da COVID-19, é muito importante estar atento aos sintomas de doenças do sangue, além disso, pacientes oncológicos devem continuar o tratamento e dessa forma, trazer mais qualidade e bem-estar para a sua vida.

 

Fonte: gapo

 

Confira mais conteúdo no programa do Jornal do Médico®️ com o Saúde em Pauta

 

Assine a Newsletter e receba conteúdos com credibilidade no seu e-mail.

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend