fbpx

SCMS beneficia bebês prematuros com hidroterapia e redeterapia neonatal

A atividade terapêutica capaz de auxiliar bebês prematuros a se recuperarem mais rápido a Hidroterapia Neonatal (HN), é uma das técnicas utilizadas pela equipe multiprofissional da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neonatal) 2 da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. A técnica pode ser utilizada com eficiência como tratamento coadjuvante na terapia de sono, para melhorar o estímulo à alimentação, como método de redução  da dor e estresse e na prevenção de anomalidades posturais.A hidroterapia, técnica que relaxa o bebê porque simula o ambiente dentro do útero é conduzida por uma equipe de fisioterapeutas.
A redeterapia, é outro projeto da Santa Casa na qual os bebês mais estáveis são colocados em redes produzidas para o tamanho deles, para que posam ficar melhor posicionados. A técnica está sendo pesquisada pela estudante de enfermagem Maria Gabriela Fontenele. Ela relatou que a redeterapia já era um tratamento utilizado nas UTIs Neonatal do País, mas a Santa Casa foi o primeiro hospital do Nordeste a se interessar por pesquisá-lo.
O objetivo, de acordo com a pesquisa é “dar fundamentação teórica para a redeterapia e mostrar como a tecnologia pode melhorar a frequência cardíaca e a respiração dos bebês”, explicou Maria.
Na UTI Neonatal 2, além de todos os cuidados médicos necessários, os bebês contam com várias ações de humanização. Essas ações aproximam a família e aceleram o processo de recuperação das crianças.
 
Fonte: SCMS
 
 
 

 
 

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend