fbpx

Dia Nacional de Combate à Doença Vascular Periférica

Das doenças que mais matam no mundo, duas são de origem vascular. A doença vascular periférica pode atingir artérias e veias. Ela é caracterizada pela obstrução (estreitamento e/ou endurecimento) das artérias que transportam sangue para a parte inferior do corpo, o que leva a complicações de saúde. A doença vascular periférica arterial afeta os vasos que levam o sangue do coração para os órgãos e tecidos, enquanto a venosa acomete os vasos que conduzem o sangue de volta ao coração.
Para prevenir e tratar a doença vascular periférica, os especialistas recomendam controle do colesterol e da pressão arterial, não fumar, tratar diabetes, ter alimentação com baixo teor de gorduras saturadas e calorias, manter o peso corporal ideal e praticar atividades físicas regularmente. O tabagismo aumenta em quatro vezes o risco para a doença.
A doença vascular periférica é em muitos casos assintomática. Segundo o Center of Disease Control and Prevention, dos Estados Unidos, 50% dos pacientes com doença arterial obstrutiva periférica (DAOP) não apresentam nenhum sintoma. Apesar disso, um indício comum é desconforto na panturrilha ao caminhar (claudicação intermitente).
Outras doenças de origem vascular são o acidente vascular cerebral (AVC), o pé diabético, a trombose venosa profunda, o aneurisma de aorta, o aneurisma periférico, entre outras. Todas elas podem ser prevenidas com as mesmas recomendações anteriormente expostas.
Com informações da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.
 

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend