fbpx

O autocuidado faz toda a diferença na prevenção do pé diabético.

Indivíduos com diabetes precisam tomar vários cuidados ao longo da vida, como praticar atividade física e manter uma boa alimentação, sem excesso de gordura açúcar e sal

para além desses cuidados, devem ter uma atenção especial para os pés, formação de feridas e infecções neles. 

Essa complicação ocorre quando o paciente portador da diabetes apresenta uma infecção, formação de ferida ou destruição dos tecidos profundos do pé. Essa ferida pode provocar dormência, formigamento ou queimação. E problemas na circulação arterial. 

 

Cuidados importantes

O pé diabético  é o principal fator de risco para amputações, não tem cura mas tem controle. 

O exame diário dos pés, feito pelo próprio paciente é fundamental! Também o uso de sapatos confortáveis e com meias para a proteção dos pés, o uso da lixa em vez de cortar as unhas dos pés, não retirar cutícula, não retirar calos com lixas, pedra pomes ou alicates; usar hidratantes nos pés diariamente; não andar descalço.E claro,  manter o controle do diabetes com visitas anuais ao médico.

 

Com informações secretaria da saúde

Acompanhe mais conteúdo sobre Medicina, Direito & Saúde em nossos canais digitais FacebookInstagramBlog e Aplicativo.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Send this to a friend