fbpx

Sensor BIS em posição alternativa

A monitorização da profundidade anestésica avaliada pelo Índice Bispectral (BIS) é amplamente validado na literatura utilizando-se pontos convencionados em eletroencefalografia, como o sistema 10-10. A montagem clássica de posicionamento dos eletrodos, recomendada pelo fabricante, torna-se insatisfatória em situações onde o sítio operatório corresponde ao local de colocação do sensor (Figura 1 – Clássica). Desta forma e em observação às alterações conhecidas e validadas, relacionadas à anteriorização alpha, propomos uma colocação alternativa para sensor BIS, respeitando os pontos já padronizados pelo sistema 10-10 para colocação de eletrodos durante a realização do eletroencefalograma (Figura 2).

O posicionamento alternativo dos eletrodos é realizado alocando-se o eletrodo 1 no referencial A1 (auricular esquerdo), o eletrodo 2 (terra virtual) no ponto FT11, o eletrodo 4 na posição F11, captando frequências com maior atividade eletromiográfica, e o eletrodo 3 no ponto FT9. Os pontos convencionados, pela neurologia,  como referenciais são: FPz, AFz, Fz, FCz, Cz, CPz, Pz, POz e Oz (correspondendo a uma linha que segue do násion até o ínion) e os pontos  A1 e A2, denominados de auriculares esquerdo e direito, respectivamente. O eletrodo 2,  terra virtual, pode ser alocado em qualquer ponto, mas segue o estabelecido pelo conjunto (sensor em fita com os eletrodos). O eletrodo 4 deve ser posicionado em pontos que captem frequências relacionadas à atividade eletromiográfica (maiores) e o eletrodo 3 em pontos que captem frequências mais baixas, conceitos que foram obedecidos na posição alternativa utilizada. Os resultados obtidos mostraram-se equivalentes para os valores do BIS, SEF95%, Frequência mediana, EMG e taxa de supressão comparando-se às posições clássica e alternativa, baseados em resultados de publicações que realizamos.

Figura 1 – Posicionamento classico do sensor BIS.

 

Figura 2 – Posicionamento alternativo do sensor BIS.

 

Referências

  1. Nunes RR, Duarte IC, Pontes DM. Posição alternativa do índice bispectral. In: Sociedade Brasileira de Anestesiologia; Nunes RR, Bagatini A, Duarte LTD, organizadores. PROANESTESIA: Ciclo 2. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2019. p. 75-98. (Sistema de Educação Continuada a Distância, v. 2).
  2. Nelson P, Nelson JA, Chen AJ, et al. An alternative position for the BIS-Vista montage in frontal approach neurosurgical cases. J Neurosurg Anesthesiol,2013;25:135-142.
  3. Nunes RR, Chaves IMM, Alencar JCG, et al. Índice bispectral e outros parâmetros processados do eletroencefalograma: uma atualização. Rev Bras Anestesiol,2012;62:111-117.

 

Sobre o autor:

Rogean Rodrigues Nunes – TSA/SBA é Mestre e Doutor em Anestesia – UFC. Pós-graduado em Engenharia Clínica – UNIFOR. Presidente da Sociedade Brasileira de Anestesiologia – Gestão 2020

 

 

 

 

 

Assine a NewsLetter, receba conteúdos relevantes e a revista digital do Jornal do Médico. https://bit.ly/3araYaa

Share this post


WhatsApp chat
Send this to a friend